CONPET
Progama Nacional da Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo e do Gás Natural
A energia renovável vem de recursos naturais praticamente inesgotáveis como o sol, os ventos, a água e plantas. No Brasil, as fontes mais usadas de energias renováveis são a hidrelétrica, a cana de açúcar e a lenha. Mas já se usa energia solar e estão em alta os bio-combustíveis "verdes" e as células a combustível para o ônibus a hidrogênio.

Chamamos de "verde" o combustível que se deriva de fontes matéria-prima vegetal, como os óleos vegetais e o álcool. Assim, a partir de óleo de rícino, amendoim, semente de algodão ou babaçu pode se fazer um biocombustível como o biodiesel.

Tipos de Energias Renováveis

Energias do Sol

Energia Solar - Além de ser responsável pela vida no planeta, o Sol é uma das fontes de energia mais limpas: não provoca resíduo nenhum. Os raios solares são uma fonte de energia intensa e permanente. Nos países tropicais, o clima quente e o alto índice de insolação ao longo de todo o ano compõem um quadro altamente favorável ao aproveitamento dessa fonte energética.

Nos países tropicais, o clima quente e o alto índice de insolação ao longo de todo o ano compõem um quadro altamente favorável ao aproveitamento dessa fonte energética, que pode ser utilizada com ou sem equipamentos. Recorrendo a equipamentos, a energia do sol pode ser convertida em energia térmica (usada essencialmente para aquecer água, secar produtos agrícolas e gerar vapor) e em energia fotovoltaica (processo em que é transformada em energia elétrica mediante um módulo fotovoltaico, sem dispositivos mecânicos intermediários).

Em diversas cidades brasileiras, a energia solar está sendo usada para em residências e instalações comerciais. Esta fonte energética é altamente benéfica para a sociedade, pois permite a substituição do uso de chuveiros elétricos.

A tecnologia Fotovoltaica produz eletricidade diretamente dos elétrons liberados pela interação da luz do sol com certos semicondutores, tal como o silício no painel fotovoltaico. Fotovoltaica vem da palavra photo (que significa produzido pela luz) e do sufixo voltaico, que se refere à eletricidade produzida por uma reação química. Esta energia é confiável e silenciosa, pois não existe movimento mecânico. O movimento dos elétrons forma eletricidade de corrente direta. A energia solar fotovoltaica é utilizada em nichos onde seu alto custo é compensado pelos benefícios da redução da logística de suprimento de energia, geralmente em locais remotos. Tem sido utilizada pela Petrobras em sistemas de controle e proteção catódica de dutos (que evitam corrosão nas tubulações), no suprimento de energia elétrica para instrumentação e no acionamento automático do sistema de bombeio de petróleo.

Energia Geotérmica - Geo significa terra e térmica indica calor. Geotérmica é a energia do calor que vem do centro da terra. Os vulcões, as fontes termais e as fumarolas (gases de origem vulcânica emitidos através de fendas em rochas) são manifestações conhecidas dessa energia. O calor da terra pode ser aproveitado para usos diretos, como o aquecimento de edifícios e estufas ou para a produção de eletricidade em centrais geotérmicas.A disponibilidade de energia geotérmica varia de uma região a outra no mundo. Apesar da pouca disponibilidade no Brasil, a Petrobras está utilizando, no Rio Grande do Norte, poços de petróleo já secos para aquecer cerca de 500 mil m3/dia de gás natural a ser injetado em poços produtores. Assim, economiza-se na queima de combustíveis fósseis, reduzindo custos e evitando emissões de gases de efeito estufa.

Energias da Terra

Biomassa é toda matéria de origem vegetal ou animal que pode ser reaproveitada como fonte de produção de calor ou eletricidade, tais como cana-de-açúcar, óleos vegetais, madeira, dejetos orgânicos e resíduos de indústrias alimentícias ou agrícolas. O álcool combustível e o Biodiesel são exemplos de biomassa. 

Biodiesel - O biodiesel é um biocombustível derivado de biomassa renovável para uso em motores a combustão interna com ignição por compressão ou, conforme regulamento, para a geração de outro tipo de energia que possa substituir parcial ou totalmente combustíveis de origem fóssil. O biodiesel é um combustível derivado de oleaginosas. Para fabricar biodiesel podem ser usados diversos tipos de semente (girassol, amendoim, mamona, canola, pinhão manso, soja, castanha, buriti, sementes de algodão, entre outras) além de gordura animal. O biodiesel misturado ao diesel convencional apresenta muitas vantagens ambientais: diminui sensivelmente as emissões de enxofre e de CO2 na atmosfera, pois o gás emitido no motor durante a combustão é compensado pelo gás absorvido no processo de plantio. Além disso, gera menos partículas poluentes formadoras da fumaça negra.

Etanol - O etanol (álcool etílico) é obtido, no Brasil, pelo processo de fermentação do caldo da cana-de-açúcar.

HBIO - O HBIO é um processo inovador, desenvolvido por pesquisadores da Petrobras, que consiste na inserção de matéria-prima renovável no esquema de refino de petróleo para produção de óleo diesel. O óleo vegetal (oriundo da mamona, soja, algodão, dendê, girassol e outros) ou gordura animal é misturado com frações de diesel.

Biogás - O biogás é uma mistura gasosa combustível produzida através da digestão anaeróbica. Quando produzido naturalmente (em pântanos, mangues, lagos e rios), ele não é utilizado como fonte de energia. Mas se usarmos biodigestores planejados, a mistura gasosa pode ser usada como combustível. Energia a partir de lixo!

Energias da Água

Energia das Marés - O mar também é uma grande fonte de energia renovável, através do aproveitamento da energia das ondas, das marés, das correntes marítimas e até dos gradientes térmicos. Possuidor de um extenso litoral (cerca de 9 mil km), o Brasil conta com recursos constantes, praticamente durante o ano inteiro. O litoral Sul-Sudeste é o mais energético da costa brasileira, com potencial estimado em cerca de 40 GW.”

Energia Hídrica - As centrais hidrelétricas respondem pela maior parte da eletricidade gerada para o Sistema Interligado Nacional. É também das hidrelétricas que se obtém a energia elétrica de mais baixo custo no Brasil, renovável e extremamente limpa.

Energias do Vento

Energia Eólica - Eólica é a energia gerada pelo vento. A palavra Eólica deriva de ventos. Na Grécia antiga, Éolo era o deus dos ventos e Eólia era uma região de ventos abundantes. A energia eólica, tradicionalmente usada para bombear água ou mover barcos, atualmente tem sido muito utilizada para girar turbinas que geram eletricidade. O vento é uma fonte perene de energia limpa e disponível em diversas localidades. Ao aliar este combustível de custo zero com a tecnologia atual dos aerogeradores é possível produzir eletricidade. A energia eólica é uma das fontes de menor impacto ambiental, uma vez que não utiliza água na produção, nem gera gases poluentes.

Hidrogênio Combustível - Células a combustível são módulos que produzem até 1 quilowatt de energia a partir de reações eletroquímicas entre o oxigênio e o hidrogênio (obtido do gás natural, do etanol ou metanol), produzindo energia elétrica e água como resíduo. As células poderiam gerar energia para veículos, laptops, hospitais e residências. Essa é uma energia de altíssima qualidade: o risco de interrupção é baixo e não polui.

O Brasil se encontra na vanguarda das pesquisas para o uso do hidrogênio como combustível e na geração de energia. O hidrogênio combustível não produz contaminação nem consome recursos naturais. O hidrogênio é retirado da água e depois se oxida e volta à água. Quando armazenado adequadamente, o hidrogênio combustível pode ser queimado tanto no estado gasoso quanto no líquido. O mundo todo anda interessadíssimo em desenvolver a técnica: a Alemanha foi o primeiro país europeu a receber um posto de hidrogênio combustível.

Os Centros de Pesquisa da Petrobras estão desenvolvendo um ônibus a hidrogênio. Uma das vantagens do ônibus a hidrogênio é que ele não produz compostos tóxicos ao se locomover. O único subproduto gerado pelo combustível que ele usa é a água. O protótipo é inspirado no conceito dos trólebus - ônibus elétricos nos quais a energia é gerada no próprio veículo. A eletricidade, no caso, será fornecida por uma célula a combustível de hidrogênio. O princípio é simples: em contato com um catalisador, os átomos de hidrogênio são separados de seus elétrons. O movimento dessas partículas gera uma corrente elétrica transmitida para o motor elétrico, que traciona os eixos das rodas. No fim do processo, o hidrogênio combina-se com o oxigênio e forma as moléculas de água que serão expelidas pelo escapamento. Uma grande vantagem do hidrogênio é que ele pode ser produzido na própria estação de abastecimento, evitando altos custos com o transporte do combustível.

Topo da página

Indique para um amigo
Novidades do Ed por e-mail

O CONPET é um Programa do Governo Federal, vinculado ao Ministério de Minas e Energia - MME, e executado com o apoio técnico e administrativo da Petrobras.